As pessoas que fumam à janela

Gosto sempre de pessoas que fumam à janela. Fumam-se a elas e à vida que lhes parece suspensa, no quadrado do tempo e no fumo curvo que lhes desenha formas nos olhos.

Os cigarros dão-nos sempre (ou davam-me) momentos connosco. É o tempo em que as pessoas se legitimam a estar… a estar, só e isso basta… a Ser, tanto quanto o sabor lhes permite. 

O cigarro é a forma que encontram de se acederem – e, enquanto assim é, para mim, é mais fumo, menos fumo).

A mulher que se fuma agora, à janela, fuma a Verdade, um desejo de a desenhar, pelo menos, e isso parece-me justo. O fumo tinge-lhe os azulejos gastos e verdes, cinzentos pelo tempo. O fumo também lhe suja o cabelo, despenteado e desordenado, de quem vem à janela fumar. Mas tinge-a sobretudo de presente, de amor, de perguntas. E as pessoas devem sempre perguntar(-se).

#ElasDoAvesso (se vocês soubessem o que me custou escrever isto sem fumar! #10mesessemfumo)

P.S.: PARTILHA, POR FAVOR:) AJUDA-NOS A CRESCER #ELAS, NÓS TODAS AGRADECEMOS MUITO 🙂 OBRIGADA POR ESTARES CONNOSCO!

P.S.2: AH! SE PUDER SER, COM A HASHTAG #ELASDOAVESSO QUE NÓS SOMOS BUÉ MODERNAS

 

RECEBE A NEWSLETTER D‘ELAS DO AVESSO AQUI

Partilhar
0

One thought on “As pessoas que fumam à janela

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *