Cartas de Amor a J. II

Só te posso dizer obrigada… Pela evidência ácida de que somos feitos de perdão… De amor absoluto e incondicional.

A invencibilidade de que te falava, pude aceder-lhe hoje… essa certeza de que nada nos pode fazer mal… A certeza de que estou a salvo de tudo… A certeza de que há uma pureza celestial em mim… A certeza de q só tenho de escolher de novo… Outra vez. Amar. Perdoar. Perdoar me a mim… sobretudo por aquilo que eu acho que fiz mal ou de mal… fazer as pazes com o Amor grande, com o Ser grande que eu sou… ser apresentada à pureza de mim… ao Deus ilimitado, intocado, impermeável, incorruptível que me vive… que me segura os pés..  me descobre as asas.

Hoje, curei milénios de dor encrustada em mim… ver nos teus olhos… reconhecer nos teus olhos que eu sou limpa, absoluta em pureza… A salvo do mundo…

Meu amor… haja o q houver… a cura veio contigo. Obrigada por tudo o que me dás. E se quiseres, fica. Estou pronta para ti. Acho que te amo sempre, desde sempre.

Márcia Augusto

Para receberes o livro «Elas do Avesso», clica abaixo 🙂

Recebe o novo livro «Elas do Avesso»

recebe-me, a mim e a «Elas», em casa

P.S.2: POR FAVOR, FAZ PARTILHA PÚBLICA COM A HASHTAG #ELASDOAVESSO.

RECEBE A NEWSLETTER D‘ELAS DO AVESSO AQUI

Partilhar
0

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *