O sangue puxado da minha cara

 

Por que ficas?

Mereço que fiques?

Sirvo para que fiques?

O que te posso dar?…

Além destes olhos

O sangue puxado da minha cara

As minhas olheiras fundas

E a noite de ser

E a chama fere-me

Acorda-me os olhos

Pergunto por que ainda aqui estás

O que fazes aqui comigo

Sem cuecas na tua cadeira

A chorar a ferrugem que não conheço

Que não sei de onde vem

Sem corpo certo

Sem tesão certo

Sem humidade que dure

Sem nada

Sem olhos que a salvem

Mesmo que a queiram salvar

Acendes um cigarro

O que te posso dar?

Eu, filósofa inventada e sem triunfos

Escritora sem livros

Poeta sem antologia

Filósofa sem tese

Sem dinheiro que fale

Sem casa que me fique

(Daniel)

Sou fraca

Sou frágil

Débil como as folhas de papel no chão

Sujo, amarelado, áspero do frio

Inútil como o papel no chão da rua, mesmo que escrito

Inútil, sem resultado que se lhe prometa

Desfaço-me

Parto-me

Mas sei olhar para isso

Já sei olhar

E dou a fúria à tua mesa

Molho-te a toalha

Cravo-lhe a caneta

Mesmo que seja fraca

Frágil, pronta a partir-me

E já nem escrever me define

Não sei

Sem profissão

Sem curso

Sem carreira que a defina

Sem casa

Sem chão certo

Sem tijoleira que conheça

Sem alcatifa a que se habitue

Sem pés certos

E eu gosto de áspero nos pés

Sem nada

Só os versos

A Filosofia

As perguntas

A ?

Esta cabeça que não percebes

Só isso

O ranho e eu

As lágrimas

Isto tudo

Pó de soleira

Corpo Inventado

Sem profissão77

Sem categorias na cédula

Sem cargo para se apresentar

Sem conta que a segure

Sem dinheiro que fale por ela

Desadequação

Dor de Ser

Espinhos que cativam

Dor de cabeça

Dói-me ser evangelizada do chão

A luz corta-me o caminho

Faz-me ter de parar

Olhar quem eu Sou

#ElasDoAvesso

 

Márcia Augusto

recebe-me, a mim e ao livro «Ela do Avesso», em casa

Dizem que autora, a Márcia Augusto

Dizem que autora, a Márcia Augusto

Recebe o novo livro «Elas do Avesso»

recebe-me, a mim e ao livro «Ela do Avesso», em casa

P.S.2: POR FAVOR, FAZ PARTILHA PÚBLICA COM A HASHTAG #ELASDOAVESSO.

RECEBE A NEWSLETTER D‘ELAS DO AVESSO AQUI

 

 

 

Partilhar
0

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *