Som Frutado in “Poesia de Cordel”

Crítico e suave

De som tão fácil

Palavra tão simples

E capaz de dizer tudo

Amo as palavras

Respeito as palavras

Se houvesse Deus para ?

Com palavras

Deus está antes

As palavras vêm depois

Depois de Deus

É por isso que que as ?

As palavras vêm de Deus

 

“Varanda Suspensa”

Duas palavras

Significam nada, o pobre do quotidiano

E juntas

No coração que as ouve

Significam tudo

Não sou poeta

Sou uma mulher

Que escreve o que lhe pedem

Não tenho morada

Tenho amor

Não tenho corpo

Que não sustente isto: as palavras

 

Se pudesse resumir a minha missão: as palavras.

#ElasDoAvesso

 

#ElasDoAvesso

#ElasDoAvesso

Partilhar
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *