A uma gata

A uma gata
Desculpa deixar este ato de ser meu e dá-lo ao mundo.
És tao bonita
Sei que me salvaste.
Tantas vezes. Obrigada.
Gosto de como descansas assim, abandonada, descansada, confiada nos teus braços e no silêncio da dobra do quarto.
Amo-te.
Nao consigo dizer mais.
Desfazes-me e dizes que tudo é simples na dobra da cama por debaixo da tua pata, quando descansas o narizinho perfeito, esfinge que é.
Amo-te.
Obrigada. Pela honra de te amar, pela honra de te receber e de poder viver contigo, partilhar este limite de tempo de jornada contigo. Obrigada.

#ElasDoAvesso

E se tudo for fácil como agora, e se nao houver nada de errado com o mundo?

E se?

Partilhar
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *