A W.

A ?

Contigo/connosco

Não sofrerei de ciúmes

Não chorarei todas as noites

Não esperarei por ti em toda a parte

Não sofrerei.

Terei orgasmos, porque já os sei ter de novo.

Seremos plácidos

Amantes, não amados.

Seremos calmos e respeitados.

Senhor e senhora

Casa paga, particular

Férias longas

Amor à porta…

Num passeio

Num homem com quem

Vou sonhar

Não, hoje não, desta vez não.

Desta vez merecemos Amar

Merecemos ser felizes

Merecemos não nos termos

Um ao outro

Ter a coragem de esperar por quem

Não nos faça

Mas que seja connosco

Contigo esperarei a verdade

Neste poema

Num bar ou num café

Aonde nunca iremos

Obrigada,

Somos livres.

Amo-te ainda

Porque não te tive

E não nos esborrachámos

Num qualquer sofá.

Até sempre.

Desta vez, não.

Desta vez, sim.

Viva ao amor,

Viva.

Desta vez, queremos

Teremos a coragem de amar

De sermos desesperados

Porque acreditamos que o amor

Chega

? e ? anos

Depois.

Tem de chegar.

Porque merecemos.

E fomos úteis,

Verdadeiros.

Quem diz que a verdade não é

Útil é porque nunca mentiu.

#ElasDoAvesso

Partilhar
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *