«De que serve voltar quando se volta para o nada»

“De que serve voltar, quando se volta para o nada? (…) Trouxe pouco, levo menos. A distância é tão pequena. Tão pequena a queda. E o amor é tão longe”. Gosto de frases sem sentido. De frases que tocam e que não sei o que significam. Talvez esse seja o significado da Deus, a poesia, o estado que mais se Lhe aproxima. Aprendi a falar menos. As palavras violam o significado. Apontam, não podem esclarecer. Quando esclarecemos, a poesia acaba e a vida prática entra. A vida prática é uma grande seca. É a escola aos domingos e aos dias da semana também. Gosto de não compreender, de como a escrita me assola sem eu dar conta. Gosto de estar viva. Gosto deste ser que não conheço e que me rouba ao mundano dos dias, que me salva, que me diz que não sou de cá. Gosto. E gostar basta. O significado… o significado que se lixe. Com Amor.

#ElasDoAvesso

Partilhar
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *