Os erros certos

(Há uma forma de estar no erro. Em qualquer caminho é possível sentir paz, se alinhados.)

O mundo deu-me amigos. Não posso pedir nada à Terra. Ela deu-me tudo. Deu-me erros, deu-me o ácido a beber e lá, lá eu desfiz-me… encontrei gente, fiz-me nova. Foi nos erros que encontrei os melhores amigos… a eles, à luz que os erros me trazem, obrigada.

Este texto é sobre e para a Cátia.

“Cátia”

 

Partilhar
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *