A Terra é da cor do infinito. O cheiro

Às vezes, há um cheiro que nos salva na escuridão das coisas.
É o cheiro do natural, a cor da verdade do que não está e é para sempre. Chama-se infinito. Às vezes, às vezes, eu sou salva sem contar – e como posso ser salva a contar?

É natural, não macula nem se deixa macular. É para lá que eu vou.

Como querer macular a vida ou achar que o que é natural não é bom, se é o cheiro da terra que me salva? O cheiro da vida, tão natural como o de uma vagina. Não há nada de sujo aqui. Há vida, desde que Bem entendida.

Entender é viver sem entraves, sem barrar o movimento.

A salvação é como uma dança. Não dá para travar o movimento. Travar é adulterar e adulterar é já não viver.

#Salvação #CheiroDaTerra #Sexo #Vida

Partilhar
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *