#Fazer #QualidadeDoNaoFazerNada e #FazerTudoAoMesmoTempo

#SouComoUmPianista no teclado do meu computador (Agora, prévio à transcrição)

#Transcrição (ontem; 28/05/2019)

I

Às vezes, não importa fazer perfeito. importa fazer, calçar o salto alto e ir. calcar as silvas, saber onde se vai sem saber nada ao mesmo tempo. #Ir

tinha medo que este caminho não me desse inspiração ou ma tirasse. a inspiração veio do risco, do estar exposta, do fazer amor com o encoberto, de ficar nua face ao que não sei. escola do átrio é uma aprendizagem de ser para mim e que eu me lembre disso. é avançar sem ver. é salto de fé . o que há de mais belo que isso? #AvançarSemVer

II

O meu cansaço era necessário. falava comigo dizia -me não. dizia-me que era necessário alimentar outras bocas com outros sons e outras vozes. escrevo e o medo acaba. é tudo certo
de novo

#EscribirEsMiMedicina

Não respeito a coordenação. A língua não manda em mim. Pobres dos músicos que seguem sempre os mesmos acordes. Estou farta de regras e de Língua Portuguesa. A minha língua é o Português. Eu sou cantora da língua e do novo. A língua não é minha escrava, nem eu sou sua súbdita. A vantagem de uma aliteração. AI que bom não fazer sentido nenhum. #EuDEVolta #EuDeNovo #QueroLaSaberDoPerfeito

Partilhar
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *