Dar

Devemos sempre amar.

Devemos sempre partilhar o que é nosso (porque nada é, de facto, nosso), o que nos deram para partilhar.

É impossível dar sem que se inicie uma cadeia de dádiva. Impossível. É impossível amar sem ser amado de volta (amar desinteressadamente, o único Amor possível). O universo funciona numa circularidade ressonante perfeita. Continue reading

Partilhar
0